(Descubra Charlotte Mason) Uma Disciplina – Parte II

A segunda chave para bons hábitos: Motivação

 

Na semana passada discutimos o quanto a repetição é importante para a formação de um novo hábito. Assim como horas praticando uma pirueta torna mais fácil executá-la, assim também muita prática em uma nova habilidade — como levantar-se em um determinado horário na parte da manhã — torna mais fácil realizá-la. Praticar torna algo permanente. Repetir torna algo habitual.

Mas há uma outra chave para formar um novo hábito, e esta chave é igualmente importante, se não mais: temos de ter razão suficiente para querer formar um novo hábito. Algo ou alguém tem de me motivar para que eu queira começar a me levantar em determinado horário!

 

Fazendo Valer a Pena

Charlotte Mason reconheceu esse fato:

” ‘Semeie um hábito, colha um caráter’. Mas devemos dar um passo anterior a esse: temos de semear a ideia ou pensamento que fará o ato valer a pena” (Vol. 6, p. 102).

Veja, ideias são poderosos motivadores! Quando a semente de uma ideia cria raízes em nossa mente ou nas mentes de nossos filhos, ela pode redundar em uma colheita abundante. Começamos a imaginar com o que essa ideia pode se parecer em nossas próprias vidas, e sentimos a nossas emoções se agitarem na medida em que sonhamos com o que o futuro nos reserva por esse caminho.

Lemos um livro ou um blog que fala sobre tornamos nossas casas recantos acolhedores de beleza e paz. Nossos corações se agitam com o desejo de colocar isso em prática, e então começamos a imaginar como seria em nossos próprios ambientes. Esses pensamentos crescem em reflexões sobre o que seria necessário para tornar essa imagem em realidade. E, agora, temos uma profunda motivação para começar a fazer mudanças e formar um novo hábito ou dois, a fim de viver essa ideia.

Ou nossos filhos leem uma história bem escrita sobre uma mulher que nunca estava satisfeita, mas continuava cobiçando mais e mais, até que tudo o que tinha desapareceu; e eles refletem sobre essa ideia enquanto veem um catálogo de brinquedos ou fazem uma lista de aniversário. E o hábito do contentamento começa a crescer.

Ou eles escutam um belo poema sobre a criação de Deus e sobre o deleite que se pode encontrar ao ar livre, e eles começam a desejar aquele deleite para si mesmos e a pensar em como poderiam passar mais tempo contemplando a natureza nos próximos dias. O hábito da vida ao ar livre começa a criar raízes.

O fato é que você nunca sabe quando uma ideia vai se aninhar e começar a crescer, mas como Charlotte nos lembra, seriamos tolos se deixássemos isso ao acaso. “O que os pais semeiam? Ideias” (Vol. 2, p. 29). Como pais, devemos sempre semear aquelas ideias boas, amorosas e nobres nos corações de nossos filhos regular e intencionalmente, para motivá-los aos bons hábitos.

 

Reproduzido e traduzido com a permissão de Simply Charlotte Mason.

Traduzido por Arielle Pedrosa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s