(Pré-escola com Charlotte Mason) Reflexões sobre educação formal

Reflexões sobre Educação nos anos pré-escolares

 

Com a pressão da sociedade para iniciarmos a educação formal cada vez mais cedo, sentimos uma brisa de ar fresco quando um artigo ou estudo se posiciona contra essa tendência.

Charlotte Mason defendia fortemente que salvaguardássemos os seis primeiros anos da vida de uma criança, como um tempo para o desenvolvimento individual através de brincadeiras livres, exploração e vida familiar. Ela incentivava os pais a esperarem até que a criança tivesse seis anos para começarem as aulas formais.

Frequentemente vejo sobrancelhas se levantarem quando eu menciono esse fato em workshops. Muitos jovens pais de crianças em idade pré-escolar concordam em dar aos seus filhos tempo para brincar, mas não cruzam a linha em direção a ausência de aulas formais. Eles pensam que é uma vantagem para a criança começar seus estudos acadêmicos durante estes primeiros anos.

Não é.

De fato, forçar estudos mais acadêmicos durante os ternos anos pré-escolares (será que ninguém mais vê a contradição entre o rótulo “pré-escolar” e esta pressão vigente?) pode, na verdade, prejudicar o desenvolvimento da criança e inibir o seu progresso acadêmico mais tarde.

A Universidade de Cambridge publicou recentemente um artigo que explica essas conclusões. E, em seguida, outro grande artigo revelou como e por que razão o jardim de infância mudou ao longo dos anos para prejuízo das crianças.

Charlotte resumiu assim:

“O erro educacional dos nossos dias é que nós acreditamos muito em mediadores. Contudo, a natureza é sua própria mediadora, e ela mesma promete encontrar trabalho para os olhos e ouvidos, paladar e tato; ela inunda o cérebro com questões e o coração com sentimentos; e o que cabe aos pais ou professores nos primeiros anos (na verdade, por toda a vida) é semear oportunidades, e, em seguida, se manter em segundo plano, preparado para orientar ou restringir apenas quando os desejos forem prejudiciais”. (Vol. 1, pp. 192, 193).

As crianças não precisam de um intermediário entre elas e o conhecimento. Elas não precisam de alguém para regular excessivamente, sistematizar e organizar o que devem aprender e quando. Deus criou cada criança com um desejo de aprender. Nosso trabalho é “semear oportunidades” e dar à criança muito tempo e espaço para captar o que ela está pronta para captar, e crescer em seu próprio ritmo.

Esse é o melhor tipo de educação que podemos dar nos primeiros anos.

Então, você pode querer fazer a seguinte pergunta: “Que tipo de coisas eu posso fazer com meu filho durante estes anos pré-escolares — antes de começar uma educação formal?”

Durante as próximas semanas, vamos falar sobre quais as principais áreas em que os pais devem focar nos anos pré-escolares e sobre maneiras práticas de abrangê-las. Vocês serão encorajados a trabalhar, durante esta fase da vida, com base na maneira como Deus fez os pequeninos. Nós desejamos que você desfrute dos anos pré-escolares!

 

Reproduzido e traduzido com a permissão de Simply Charlotte Mason.

Traduzido por Arielle Pedrosa

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s