O Método de Charlotte Mason Resumido (Parte I) – Livros Vivos

método

Por: Catherine Levison

Não é uma tarefa pequena pegar uma vida inteira e o trabalho de uma vida e condensá-los em um resumo. Eu sei que é difícil por experiência — eu fui convidada a fazer exatamente isso em mesas de convenções e durante entrevistas. Além das versões elaboradas de cabeça, escrevi dois resumos diferentes para cada um dos meus dois primeiros livros e vários outros para revistas. Existe até um áudio da minha dedicação verbal para transformar toda a abordagem de Charlotte Mason em um resumo geral. Uma forma válida de começar a descrever uma educação ao estilo Charlotte Mason seria iniciar com as palavras: vasta, ampla, diversificada e cheia de muita variedade.

Eu tive uma educação diversificada, não no sentido a que Charlotte Mason se referia, mas sim em sentido geográfico. Estive em doze escolas, em três estados diferentes, e uma no Canadá. Algumas localizadas na costa oeste e uma na cidade de Nova York. Tive uma variedade de professores, visto que mudava de escola com frequência, no entanto todos eles tinham algo em comum: o tédio. Esta educação pública que recebi foi baseada em um sistema muito previsível: ouvir o professor falar de uma maneira banal nem um pouco interessante, ler livros didáticos igualmente tediosos, responder às perguntas resumidas e, finalmente, fazer uma prova sobre o assunto. Se eu tivesse experimentado apenas uma escola em um único local, ficaria inclinada a culpar uma experiência individual. No entanto, devido ao vasto ambiente em que vivi, estou mais inclinada a acreditar que minha experiência educacional era típica da América do Norte naquela época.

Embora seja difícil resumir a abordagem de Charlotte Mason, deixe-me começar dizendo que é o oposto da educação que recebi. Seu método é interessante e abrangente porque é baseado nas Artes Liberais. Eu acho que para esclarecer e aprofundar nossa compreensão do que as Artes Liberais significam em relação ao método CM, poderíamos renomeá-las como Artes Generosas. O objetivo é oferecer uma grande variedade de assuntos significativos para as crianças por meio de literatura, obras de arte, poesia e várias outras humanidades. Juntamente com estas adições inspiradoras, os assuntos centrais não são de modo algum negligenciados, mas são abordados de forma a promover o amor pela aprendizagem. Considero o tédio como o oposto direto ao amor pela aprendizagem. Mesmo ao tratar de temas como história, línguas estrangeiras e ciência, Charlotte Mason criou maneiras intrigantes de ajudá-los a ganhar vida. A ampla variedade de assuntos é interessante em si mesma, mas isso não é tudo o que o método implica. Ele também se desdobra nas abordagens sobre a forma como as crianças aprendem e outros objetivos educacionais.

Entre esses objetivos, uma educação cheia de livros não depende de maneira alguma de livros didáticos. Em vez de confiar em registros curtos sobre um assunto, os alunos de Charlotte Mason trabalhavam com um extenso livro sobre um único tópico. Esta é uma definição de um livro inteiro — um livro inteiro dedicado aos golfinhos, por exemplo, conterá muito mais informações que um parágrafo curto em um livro-texto sequer cogitaria fornecer.

Uma das razões por que Charlotte Mason pensava que as crianças mereciam um currículo amplo e livros acima da média era por causa de suas opiniões únicas sobre o valor das crianças e, além disso, porque acreditava que elas tinham mentes muito capazes. Para tornar este aspecto de sua filosofia aplicável, devemos parar de subestimar a capacidade que as crianças possuem de aprender, ler e pensar. Eu implemento isso ao dar aos meus filhos o benefício da dúvida e lutar para trazer os melhores e mais inteligentes livros e materiais que possamos localizar. Isso indica que evitamos livros infantis “tolos” que Mason chamava de “abobalhados”. Em vez disso, usamos livros de literatura e de nível intelectual adulto tão cedo quanto na primeira série. Esta é uma das razões pelas quais o pai lê em voz alta para o aluno a maior parte do tempo neste método. É uma excelente maneira de trazer os melhores e mais importantes livros às crianças muito antes de serem capazes de ler coisas como Shakespeare por conta própria e sem nossa ajuda. Outra vantagem é elevar o nível de vocabulário da criança em uma idade adiantada ao expor-lhe a uma boa estrutura gramatical e um bom conteúdo.

Antes de deixar o tópico dos livros, vamos considerar se eles são uma prioridade digna ou não. Um velho provérbio diz: “Vista o antigo casaco; compre o bom livro”. É dito que C. S. Lewis afirmava: “Sua despesa com livros deve ser sua maior extravagância”. E Charlotte Mason dizia isso: “Nós acreditamos que a maioria dos pais de crianças [nas escolas de C. Mason] sentem que seria melhor viver sem uma variedade de coisas do que sem os melhores livros, vários livros e livros frescos para os estudos das crianças. De fato, a diferença entre as pessoas educadas e as sem educação é que as primeiras conhecem e amam livros; as últimas podem ter passado nas provas”.

Precisamos lembrar que houve um tempo em que os livros eram tão caros que as escolas não os usavam. O sistema educativo de aulas expositivas surgiu dessa situação. O professor tinha que transmitir seu conhecimento para o aluno sem nenhum livro. Charlotte Mason pensava que uma educação sem livros era uma contradição em termos. E acabaremos com essa porção, mencionando a duradoura crença de Charlotte de que a vida não é suficientemente longa para gastar tempo com livros que nos entediam.

 

Reproduzido e traduzido com a permissão de Catherine Levison

Traduzido por Arielle Pedrosa

Um comentário sobre “O Método de Charlotte Mason Resumido (Parte I) – Livros Vivos

  1. Ola, Arielle!
    Achei um tesouro de conteúdo em seu blog!!! =D
    Comecei a te seguir e também montei um blog com o dia a dia de nossa família, ainda estamos engatinhando… e seu site tem nos ajudado muito!!!

    Que o Senhor continue a lhes abençoar!!!
    Grande abraço!!!
    Pati Antunes

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s